• Correio Rondoniense

Secretário de Saúde de Vilhena vai para UTI, mas exames dão negativos para covid-19

Tosse, tontura, sintomas de gripe e falta de ar: secretário se recuperou e recebeu alta no fim da tarde desta quarta-feira.


Foto: Divulgação/Semcom

O secretário municipal de Saúde de Vilhena, Afonso Emerick, recebeu resultado negativo para covid-19, tanto do primeiro teste quanto da contraprova. Porém, na noite de ontem, após as 22h, o secretário apresentou piora no quadro gripal que exibia desde sábado de manhã e foi internado na enfermaria Central de Atendimento à Covid-19, em isolamento. Hoje, chegou a ser transferido para a UTI, porém, sem necessidade de respirador. No fim da tarde, próximo das 17h, recebeu alta e já está em casa.


“Afonso apresentou tontura, tosse, sintomas de gripe e falta de ar. Hoje teve de ser transferido para a UTI com o objetivo de monitorarmos melhor seu quadro, mas melhorou bastante no período da tarde e recebeu alta”, explica o diretor clínico do Hospital Regional de Vilhena, André Oliveira. 


Afonso permanecia isolado em sua residência desde sábado em quadro estável. Ontem mesmo participou de reuniões por videoconferência, gravou vídeo para a imprensa e elaborou junto do Comitê Gestor Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus os dados do boletim.


Mais cedo, nesta quarta-feira, em contato com a Secretaria Municipal de Comunicação, Afonso destacou a importância das medidas de cuidado por todos. “Nós, da linha de frente, assumimos um risco adicional ao combatermos essa pandemia, pois o contato com vários casos suspeitos e confirmados nos faz vítimas em potencial, tendo em vista a comprovação de transmissão comunitária. Parabenizo os profissionais de Saúde de Vilhena. É momento de todos redobrarmos nossos cuidados, pois os profissionais da Saúde estão aqui, na Central da Covid-19, para que todos possam ficar sãos, em casa”, garante.


O Governo do Estado assegura que os exames de profissionais de Saúde têm prioridade no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) de Porto Velho, unidade que processa todas as amostras de Rondônia. 


Até o último boletim, da noite de ontem, dia 19 de maio, havia 8 casos ativos em Vilhena, visto que dos 19 confirmados, 11 já estão curados. Porém, a incidência registrada até o momento foi em 13 bairros diferentes, em vários pontos do município. 



Fonte: Semcom

752 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook Correio Rondoniense
  • Twitter Correio Rondoniense
  • Instagram Correio Rondoniense
  • Youtube Correio Rondoniense

© 2020 por Correio Rondoniense. Orgulhosamente criado por Influence Comunicação.

RONDONIENSE