• Correio Rondoniense

RO fecha o trimestre com 195 milhões de dólares em exportação de carne

O agronegócio não pode parar. Tendo isso em mente, nesse período de pandemia de Covid-19, a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) disponibilizou novas plataformas de serviços (por telefone e pela internet) e intensificou os atendimentos remotos para evitar a exposição do produtor ao coronavírus.


Uma das ferramentas voltadas ao atendimento, a GTA Online (emissão pela internet de Guia de Transporte de Animais), feita através do site da Idaron, registrou uma demanda crescente e fechou abril com 10,6 mil guias emitidas, número bem superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando se registrou 1,8 mil GTA’s Online.


A exportação de carne correspondeu a 51,36% só no primeiro trimestre deste ano.

“As novas medidas adotadas pela Agência, em decorrência das ações de prevenção à Covid-19, em nada afetaram a eficiência dos serviços disponibilizados pela Idaron à sociedade. No que se refere à GTA, por exemplo, em março de 2019 foram emitidas 69,9 mil Guias, já neste ano, em tempos de coronavírus, fechamos o mês de março 69,6 mil GTAs emitidas. Ou seja, o produtor não encontrou problema algum na utilização dos serviços. Pelo contrário, ele ganhou novas ferramentas para acessar nossos serviços”, explicou o presidente da autarquia, Júlio Cesar Rocha Peres.


Além do serviço on-line, o pecuarista também tem utilizado o serviço de aplicativos de mensagens. “Essas tecnologias estão com uma procura crescente e certamente modificarão a forma de relacionamento entre produtor e a Idaron”, avaliou Júlio Peres. “Exemplo disso é que, ano passado, foram registradas emissões de 26,9 mil GTA’s Online. Para esse ano, a expectativa é que esse número triplique”, completou.


Dos quase 100 mil produtores que criam bovinos, em Rondônia, 17 mil já têm senhas cadastradas para emissão da GTA Online. “Continuamos a fazer melhorias nos sistemas, com a inclusão de novas categorias para emissão de GTA e diversas outras finalidades. O resultado é maior praticidade aos produtores”, avaliou a coordenadora de Tecnologia de Informação da Idaron, Lays Fernanda Pinheiro.


NEGÓCIOS


De acordo com coordenador de defesa animal, Fabiano Alexandre dos Santos, os números também são comemorados pela agroindústria que, só no primeiro trimestre deste ano, faturou 379 milhões de dólares com exportação. “Desse total, 51,36%, ou seja 195 milhões de dólares, é resultante da exportação de carne, comércio no qual a Idaron tem fundamental atuação, uma vez que a inspeção e a emissão de guias para transporte são feitas por essa agência”, destacou.


O volume de exportações dos primeiros três meses de 2020 é significativo considerando o estado de calamidade pelo qual estamos passando. Para se ter uma ideia, no primeiro trimestre de 2019, quando a situação estava normal, 213,1 mil animais foram encaminhados para abate, o que resultou em 153,5 milhões de dólares só com a exportação de carne. “Em 2020, mesmo com o coronavírus, as exportações renderam bem mais que as do ano passado”, salientou Fabiano Alexandre.


Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Texto: Toni Francis

Fotos: Dhiony Costa e Silva e Toni Francis


59 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook Correio Rondoniense
  • Twitter Correio Rondoniense
  • Instagram Correio Rondoniense
  • Youtube Correio Rondoniense

© 2020 por Correio Rondoniense. Orgulhosamente criado por Influence Comunicação.

RONDONIENSE