• Correio Rondoniense

Grupo de Teatro Wankabuki participa de apresentação online promovida pelo Sesc-RO

A chegada da pandemia no Brasil desencadeou o isolamento social que, por sua vez, impossibilita atividades culturais de forma presencial. O setor cultural vive de se aglomerar, de unir as pessoas e criar encontros. A arte está buscando alternativas para se reinventar, assim o projeto Sábados Cênicos do SESC-RO, realizado desde Março, de maneira presencial, migra para a modalidade on-line e exibe espetáculos de grupos de Rondônia em sua página no Youtube.  

SÁBADOS CÊNICOS

O Sesc Rondônia por meio da Coordenação de Cultura, visando proporcionar ao Trabalhador do Comércio de Bens, Serviço e Turismo, aos seus dependentes e ao público em geral uma maior aproximação com os bens culturais da região, realiza desde o mês de março o Projeto Sábados Cênicos. O projeto realizaria ao longo do ano de 2020, temporadas de espetáculos cênicos no Teatro 1 (Sesc Esplanada), sempre aos sábados, nos meses de março, abril, maio, julho e outubro. O que muda durante a pandemia é que será via plataforma on-line.

O Sábados Cênicos retorna em julho com a peça Já passa das Oito do Grupo de Teatro Wankabuki de Vilhena-RO.

E o que é o Sábados Cênicos? É um projeto de apresentação de espetáculos de teatro, dança e circo, que agora está online. 

Como funciona? Nos dias 11 e 18 de julho, às 16h, o Sesc libera o vídeo do espetáculo pelo canal do Youtube do SESC-RO.  O espetáculo fica disponível nesse horário como se fosse no teatro presencial.

JÁ PASSA DAS OITO


A comédia Já passa das oito estreou em agosto de 2015, em Vilhena-RO, dramaturgia de Fabiano Barros e elenco do Wankabuki, as atrizes Valdete Sousa e Lu Rodrigues trazem para cena as divertidas tias Alda e Nalda. A direção é de Valdete Sousa, que conta ainda com Elieldo Paes (Valdinho) e Tainá Sousa (Maria Louiza). No palco, as personagens vivem situações hilárias: as dedicadas tias Alda e Nalda são obcecadas pelo sobrinho Valdinho, quando ele resolve contar seus planos para o futuro junto à sua namorada, Maria Louisa, as tias organizam uma estratégia para impedir que o sobrinho se afaste de seus cuidados. Em 45 minutos de espetáculo, as atrizes levam o público ao riso solto e divertido em uma viagem surreal pelo universo de intrigas criado pelas tias onde tudo que parece impossível é real.


Fonte: Assessoria

9 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook Correio Rondoniense
  • Twitter Correio Rondoniense
  • Instagram Correio Rondoniense
  • Youtube Correio Rondoniense

© 2020 por Correio Rondoniense. Orgulhosamente criado por Influence Comunicação.

RONDONIENSE