• Correio Rondoniense

Diagnosticada com covid-19, moradora de Jaru denuncia descaso da prefeitura

A paciente teria contraído a covid-19 após ficar cinco dias no Pronto Socorro João Paulo II acompanhando a sogra.


Foto: Reprodução/Rede Social

A paciente Andressa de Oliveira Santos Coelho, de 35 anos, diagnosticada com Covid-19 gravou um vídeo e divulgou nas redes sociais em que denuncia o descaso por parte da Prefeitura do município de Jaru. No vídeo a paciente alega que está em insolamento há 21 dias, que inicialmente ficaria apenas 14 e agora a Secretaria Municipal de Saúde quer que ela fica mais uma semana. Além disso, Andressa afirma que nesse tempo de isolamento não recebeu nenhuma prescrição médica e que está se alto medicando.


O vídeo, gravado nesta quarta-feira (13), é um desabafo do descaso do poder público em relação a paciente diagnosticada com a covid-19. Andressa afirma que já era para ter recebido alta e saído do isolamento, mas que no mesmo dia que gravou o vídeo recebeu a visita de uma médica, a unica no período. "A médica veio aqui e disse que sentia muito mas mandaram ela avisar que eu tinha que ficar mais uma semana isolada. Eu e minha família", relatou Andressa.


Andressa chegou a pedir um novo exame para constara que não tem mais a covid-19, mas não recebeu resposta por parte da médica. A paciente ainda afirmou que uma dia pós ter sido diagnosticada com coronavírus fez um exame particular em que o resultado deu negativo. A mulher denuncia que ela, e mais seis membros da família com quem teve contato não podem trabalhar e não recebem qualquer assistência psíquica, social ou financeira da prefeitura.


Em abril passado Andressa gravou outro vídeo em que denunciava que havia supostamente contraído a covid-19 após ficar cinco dias com a a sogra no Pronto Socorro João Paulo II. Andressa também foi multada pela Prefeitura de Jaru, após participar de um almoço com familiares.


Ao Correio Rondoniense a assessoria da Prefeitura de Jaru negou as denuncias feitas por Andressa. Afirmou que os fatos relatados pela paciente são inverídicos já que todos os pacientes diagnosticados com covid-19 são acompanhados diariamente por uma equipe, composta por médicos e enfermeiros, que avalia os sintomas e se caso necessário são internados. Ainda conforme a assessoria, em todas as visitas feitas na casa de Andressa, foi perguntado se ela precisava de algum tipo de ajuda, mas ela sempre afirmava que não estava precisando de nada.


Veja o vídeo do desabafo:


* Matéria atualizada às 09h53


Texto: Renato Barros

Vídeo: Reprodução/Rede Social



Saiba mais
Isolamento social: "Festinha de aniversário" é realizada na Secretaria de Educação em Jaru

Servidores que participaram de comemoração de aniversário são afastados em Jaru

771 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook Correio Rondoniense
  • Twitter Correio Rondoniense
  • Instagram Correio Rondoniense
  • Youtube Correio Rondoniense

© 2020 por Correio Rondoniense. Orgulhosamente criado por Influence Comunicação.

RONDONIENSE