• Correio Rondoniense

Condenado por participar de chacina em Vilhena é preso

Condenado a 20 anos de prisão pela participação no episódio que ficou conhecido como “Chacina da Rarinheira” que resultou no assassinato de cinco pessoas, em uma fazenda na área rural de Vilhena, Eber Maciel da Costa foi preso ontem no distrito de Nova Estrela, município de Rolim de Moura. A informação sobre a prisão de Eber foi divulgada pelo site Alerta Rolim, nesta terça-feira, 07.


De acordo com o site da Zona da Mata, a polícia chegou até Eber após receber uma denúncia anônima. Na casa onde o foragido estava os policiais encontraram uma espingarda calibre .36, cartuchos, pólvora e chumbo .



Do crime pelo qual Eber foi condenado e que aconteceu no dia 17 de outubro de 2015, foram vítimas José Bezerra dos Santos, Daniel Aciari, João Pereira Sobrinho, João Fernandes da Silva e Dagner Lemes Castanho. Duas pessoas conseguiram escapar do massacre escondendo-se na mata.


Quatro pessoas foram acusadas da chacina. Eber Maciel da Costa e Marlos de Souza Cândido foram julgados em setembro de 2017 e condenados cada um a 20 anos de prisão; a defesa recorreu e conseguiu o direito dos réus responderem em liberdade. Enilton Procópio foi julgado um ano depois, em 2018, e também condenado a penas de 21 anos. O quarto envolvido, Ilário Daneli, conhecido como “Índio Branco”, nunca foi localizado.

2 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Facebook Correio Rondoniense
  • Twitter Correio Rondoniense
  • Instagram Correio Rondoniense
  • Youtube Correio Rondoniense

© 2020 por Correio Rondoniense. Orgulhosamente criado por Influence Comunicação.

RONDONIENSE